Criando Identidade

Venho para compartilhar e também afim de reforçar o que em aula defendo, atesto e reforço. Que dentro da arte, seja escrita, falada, cantada, moldada, confeccionada, costurada, emendada, pintada, cortada, esculpida, enfim subjetivamente qualquer forma de arte ou gênero, o importante é criar a sua identidade pessoal e profissional. Criar de forma que com a repetição e fixação de seus elementos, o apreciador passa a reconhecer seu projeto clara e objetivamente o que destacará seu trabalho dentro outros.
Após anos pesquisando e estudando a arte textil especificamente falando, conclui que, o que de fato importa  para se destacar como uma verdadeira designer textil é ter identidade visual, domínio de técnicas, harmonia de cores, composições geométricas perfeitas e sobretudo capricho.
Desde 2006 passei a analisar os perfis de artistas e artesãs texteis que em minhas aulas se desdobravam para se capacitar. E é visível a habilidade que cada pessoa tem em se dedicar e se profissionalizar ou simplesmente encarar o ofício como somente hobby ou terapia  e isso fez e faz a diferença entre o acaso e a preparação. Porque não, ofício e terapia juntos?  Ser feliz fazendo o que de fato gosta?
Digo que, a aluna que almeja se profissionalizar deve se munir de argumentos e conhecimentos para elaborar seus projetos com convicção e sutileza; deve compor seu trabalho de forma surpreendentemente.
Para tanto é preciso definir suas preferências e estilo que mais tarde refinados farão destaque frente ao "mais do mesmo"!
E após se munir de argumentos e dominar e "domar" suas habilidades artísticas, tenha prazer em criar, ative sua capacidade de criar, CRIATIVE! Imagine e acredite ! A partir daí seu trabalho se torna prazer e a felicidade te faz prosperar!
De coração, Criative!

Elaine Martinho

Conhecendo o Patchwork

Para compor seus projetos e se familiarizar com termos e denominações universais usadas nos trabalhos de Patchwork é necessário habilidade, treino e estudo. Para tanto segue informações que julgo importantes:

Partes do Quilt/Patchwork

PARTE (piece)- cada uma das partes que compõem o bloco e que possuem formas geométricas.

BLOCO (block)- conjunto de partes unidas formando uma figura, a partir de um gabarito ou gráfico.

FAIXA OU COLUNA (row ou column) - diversos blocos unidos na horizontal ou na vertical.

MOLDURAS ou TIRAS DIVISÓRIAS (sashing)- tiras entre os blocos, podendo ser verticais e/ou horizontais. Geralmente, primeiro verticais internas, seguindas de horizontais internas; posterior topo, pé, lateral e lateral.

BORDAS (border)- tiras que margeiam, fecham o trabalho. Finalizando o topo do projeto, o topo do patchwork pronto (blocos unidos mais tiras etc.).

QUINA ou TACO (corner square)- peças que são colocadas nos finais das bordas (podem ter diversos formatos, mais usados: quadrados ou triangle square).
Por dentro do Patchwork
Na maioria dos projetos de patchwork,  é elaborado a partir de blocos.  Tais blocos geralmente são feitos com figuras geométricas como: quadrados, retângulos, triângulos e losangos. Também pode-se utilizar curvas. Já as curvas mais acentuadas geralmente fazemos em apliquê.
Blocos
Um projeto de patchwork tradicional é formado por blocos. O bloco é um quadrado de tecido composto por pedaços emendados. O número de combinações para formar blocos (e dos blocos para formar um quilt) é infinito.
Elaine Martinho

fonte internet

Materiais para Patch Perfeito

Dicas das Professora Elaine Martinho

Ferramentas para um Patch Perfeito

PLACA DE CORTE
A placa ou base de corte serve para posicionar e cortar tecidos. É confeccionada em material regenerativo. Permite diversos cortes, várias  vezes sobre ela e a mesma não estraga.
Os quadradinhos estampados na base de corte têm medidas de 1cm e servem para posicionar o tecido e aprimorar o corte perfeito.

RÉGUA
Existem vários formatos. O mais adequado é 15x60cm com gabarito (estampa) com grade de 1cm em 1cm, que garante um corte preciso.

CORTADOR CIRCULAR
Corte aproximadamente de 2 à 11 camadas de tecido, depende do diâmetro da lâmina.


Exercício de Patchwork


Uma das técnicas básicas de Patchwork é o Log Cabin ou em português, Cabana de Toras. Essa peça é um caminho de mesa confeccionado pela aluna Celma!
Quer aprender essa e outras técnicas? Venha fazer parte de nossos cursos!
Mais informações: atelier.escola@hotmail.com
ou 4555-2549 ou 98505-1675


Porque Fazer Parte de nosso Atelier?

Ambiente acolhedor, didática simples e objetiva, procuramos atender a necessidade da aluna, desenvolvemos projetos diferenciados, disponibilizamos uma máquina para cada aluna desenvolver suas atividades em aula, contamos com professoras com mais de 10 anos de experiência, possuimos projetos e ideias publicadas em revistas de arte e artesanato  e diversas participações em programas de tv e muito mais!

Então? Venha fazer parte de nossa escola!
Cursos para você se especializar e se profissionalizar!


informações: atelier.escola@hotmail.com
4555-2549 ou 98505-1675

Segundo Wikipédia

Patchwork

 
A tradução literal de patchwork é "trabalho com retalho". É uma técnica que une tecidos com uma infinidade de formatos variados. O patchwork é a parte superior ou topo do trabalho, já o trabalho completo é o acolchoado, formado pelo topo mais a manta acrílica e o tecido fundo, tudo preso por uma técnica conhecida como quilting ou acolchoamento.

Venha fazer parte de nossos Cursos!